Mulheres Que se Destacaram na Bíblia

Imagem
Modified Photo - Original Source Pikist   Mulheres Que se Destacaram na Bíblia São muitas as mulheres da Bíblia que se destacaram no Antigo e no Novo Testamento. A maioria dessas mulheres eram grandes cooperadoras do ministério de Jesus e após a ascensão dEle continuaram ajudando os apóstolos. No Antigo Testamento algumas se destacaram por sua valentia e outras foram usadas por Deus para dar continuidade à descendência de Jesus. Antes mesmo de Jesus nascer, uma profetisa aguardava ansiosa a vinda do Messias. Ana , filha de Fanuel, da tribo de Aser, era avançada em idade com quase oitenta e quatro anos. Viveu com o marido apenas sete anos e ficou viúva. Ana servia a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia e não se afastava do templo. Quando ela viu o menino, sabia que era o Messias esperado e começou a dar graças a Deus e anunciou a redenção a todos que esperavam o Consolador em Jerusalém ( cf Lc 2:36-38). Maria, uma Jovem Virtuosa Maria, a mãe de Jesus, teve uma participação de ex

Qual o maior milagre do ministério de Jesus?

Ressurreição-de-Lázaro
Ressurreição de Lazaro - Foto modificada - Fonte: Wikimedia


Qual o maior milagre do ministério de Jesus? 


Qual o maior milagre do ministério de Jesus?! Essa pergunta é muito difícil de responder. Então eu faço outra pergunta: Jesus fez muitos milagres em seu ministério aqui na terra? Ah! Agora ficou fácil! Foram muitos os milagres realizados por Jesus em seu ministério.




Ele deixava as pessoas perplexas, não só pelos milagres que fazia, mas por seus ensinamentos e pela autoridade ao expulsar os demônios que se apoderaram de pessoas. Veja a admiração das pessoas na sinagoga ao presenciarem Jesus expulsando o demônio:


“E repreendeu-o Jesus, dizendo: Cala-te, e sai dele. Então o espírito imundo, convulsionando-o, e clamando com grande voz, saiu dele. E todos se admiraram, a ponto de perguntarem entre si, dizendo: Que é isto? Que nova doutrina é esta? Pois com autoridade ordena aos espíritos imundos, e eles lhe obedecem!” (Marcos 1.25-27).



Jesus tinha cerca de trinta anos quando começou o seu ministério. ( cf Lucas 3.23). Ele passou por várias cidades e nelas ensinou, pregou, expulsou demônios e alimentou multidões de pessoas. Foram tantos os milagres que João em seu evangelho relatou:


“Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.” (João 20.30-31).


Será que podemos identificar, dos milagres que estão registrados na Bíblia, qual foi o maior milagre realizado por Jesus? Talvez você esteja dizendo que foi a ressurreição de Lázaro ou quem sabe a cura do servo do centurião (cf Lucas 7.1-10). Não sei exatamente o seu ponto de vista. Foram muitos milagres de cura, além de Jesus ter ressuscitado Lázaro, também ressuscitou o filho da viúva de Naim entre outros.



Os milagres do seu ministério foram grandiosos e muito importantes. Na minha visão, os ensinamentos e as pregações, assim como os milagres realizados por Jesus tinham duas finalidades: uma delas era de deixar registrado na Bíblia para comprovar que Ele era o filho de Deus.



Jesus não precisava provar a ninguém, contudo a incredulidade de muitos os impediam  de reconhecê-lo como sendo o filho unigênito do Pai. O outro objetivo era de dar vida eterna, pois a condição para ter a vida eterna é simplesmente crer nEle:


“Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?” (João 11.25-26).




A Cura Física X A Cura Espiritual


Quando Jesus curava e a pessoa reconhecia que fora liberta da enfermidade demonstrando gratidão, automaticamente era liberta da morte eterna. No Evangelho de Lucas, dos dez leprosos que foram curados por Jesus, apenas um voltou glorificando e agradecendo ao Senhor; os outros receberam a cura física e desprezaram a cura espiritual. (cf Lucas 17.11-19).



No tanque de Betesda, Jesus curou um homem que estava há trinta e oito anos enfermo, mais tarde, quando Jesus foi ao templo, encontrou este homem que fora curado e o advertiu dizendo-lhe que não voltasse a pecar para que não viesse a acontecer alguma coisa pior. Acredito que essa coisa pior seria a morte espiritual do homem. (cf João 5.1-14).




Livramento de Morte


Quando Jesus livrou a mulher adúltera de ser apedrejada e não havia ninguém mais que a condenasse, Ele disse que também não a condenaria e mandou-a ir e não pecar mais. (cf João 8.1-11). Assim, aquele que sonda os nossos corações viu que havia arrependimento no coração da mulher.


Ele poderia tê-la condenado, pois nEle não havia pecado algum, mas o objetivo de Jesus era de salvá-la, foi esse o motivo que levou Jesus a adverti-la para não pecar mais: 

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 6.23).




O primeiro milagre de Jesus registrado no Evangelho de João 2.1-11 pode simbolizar a transformação de um homem que praticava o mal e agora pratica o bem, ou seja “Mudou da água para o vinho” esse milagre foi de grande importância, por se tratar da transformação da água em vinho.

CLIQUE AQUI 👇
Livro

O vinho simboliza alegria e quando Jesus transforma uma pessoa ela se torna uma nova criatura e há alegria no céu por um pecador que se arrepende

“Assim vos digo que há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.” (Lucas 15.10).





Conclusão


Assim como Jesus curou no seu ministério, continua curando hoje, muitos são curados de várias doenças físicas e espirituais, além de recebermos livramentos de morte e muitas outras bênçãos. Eu mesmo já recebi vários livramentos de morte no decorrer da minha vida. Quero dar o testemunho de um desses livramentos: 


"Há três anos estava arrumando a casa para o culto do meu aniversário de casamento, quando subi na cômoda para colocar a cortina de casa. Eu pisei na beira do móvel, me desequilibrei e caí batendo com a minha cabeça no chão, o impacto foi tão grande que pensei ter rachado o meu crânio, na hora achei que ia morrer. Chorei, fiz uma oração e Ele ouviu a minha súplica.".



Sem fé é impossível agradar a Deus. A Bíblia nos dá muitos exemplos de pessoas que creram em Jesus, no entanto a fé do centurião de Cafarnaum causou um impacto tão grande em Jesus que Ele mesmo disse não ter encontrado tanta fé, nem mesmo em Israel. (cf Mateus 8.5-13). Que a nossa fé esteja firmada em Cristo, o único que pode curar, libertar e dar vida em abundância.




Deixe o seu testemunho no comentário para fortalecer a nossa em Cristo.

 


Por Julio Ferreira Lima








Referências dos textos Bíblicos:

Almeida Corrigida Fiel - ACF (Bíblia Online)


Curta a minha Página, visite o meu Canal no You Tube e me segue nas Redes Sociais: Twitter - Instagram - Facebook - Linkedin - Pinterest

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Jesus Dava Exemplos de Gratidão?

Jacó Foi Trapaceiro?

José, de Escravo a Governador do Egito

Samaritanos e Judeus Adoradores em Conflitos