Postagens

Mostrando postagens de 2019

A Trapaça de Jacó e Suas Consequências

Imagem
Atribuição: a Providence Litography Company, Domínio, via Wikimedia Commons A Trapaça de Jacó e Suas Consequências Jacó fugiu após trapacear o irmão, enganou o pai para receber a bênção da primogenitura no lugar de Esaú e sofreu as consequências.  Os pais, Isaque e Rebeca, mandaram o filho fugir da fúria de Esaú e disseram a Jacó para ir até à casa do irmão de Rebeca, Labão em Padã-Arã, e casar-se com uma das filhas do tio. Ele seguiu as orientações dos pais, ao chegar na casa do tio, gostou de Raquel, enganado pelo tio ao trabalhar por sete anos sem receber salário, em troca, casaria com a sua amada Raquel.  Bem, esse era o trato. Contudo, a esperteza do tio passou do limite, ele enganou Jacó, fez Lia, a filha mais velha, se passar por Raquel no dia do casamento. Neste blog há um artigo que conta a história de Jacó, todavia o que procurei enfatizar neste artigo é o fato de ele ter enganado o pai para receber uma benção que Deus já havia prometido, quando ele estava no ventre da mãe. E

Deus Ajusta Contas com o Rei da Babilônia

Imagem
DEUS AJUSTA CONTAS COM O REI DA  BABILÔNIA Deus ajusta contas com o rei da Babilônia. No artigo anterior: “ O Fim do Reino de Judá ” O Rei da Babilônia havia invadido Jerusalém. Ele saqueou o país levando todas as riquezas e as peças sagradas, além de destruir e atear fogo no templo. Em 2Reis 25, a Bíblia relata que o Rei da Babilônia e todo o seu exército veio  contra Jerusalém e a cidade  foi cercada. Já no quarto mês de cerco, quando a cidade se via apertada da fome e não havia pão para o povo da terra. Então foi feito brechas na cidade e todos os homens de guerra fugiram de noite. O rei Zedequias fugiu pelo caminho da campina, porém o exército dos caldeus o perseguiu e o alcançou nas campinas de Jericó. E os filhos de Zedequias foram degolados diante dos seus olhos. Também vazaram os olhos de Zedequias e o ataram com duas cadeias de bronze e o levaram a Babilônia. Jeremias havia alertado Zedequias e o aconselhara a entregar-se à Babilônia, mas Zedequias não considerou os

O Fim do Reino de Judá

Imagem
O  fim do Reino de Judá O Reino de Judá também é conhecido como Reino do Sul. No artigo: " Samaritanos e Judeus Adoradores em Conflitos " vimos que Israel era governada por um único rei, mas por conta da idolatria de Salomão Deus puniu Salomão por ter adorado a outros deuses. Então Deus levanta o profeta Aías para revelar a Jeroboão que Ele o havia escolhido para reinar sobre as dez tribos das doze de Israel (1 Reis  11.29-38). Em 1 Reis 2.1-3, Davi, já no fim da vida, ordena a Salomão que ele ande nos caminhos do Senhor, guarde as leis e siga os mandamentos de Deus para que prospere em tudo o que fizer aonde quer que vá. Ainda assim, Salomão fez o que era mal aos olhos de Deus e não perseverou em seguir o Senhor. Após a morte de Salomão, a divisão de Israel em dois reinos foi inevitável. O Reino do Norte sob o reinado de Jeroboão ficou com dez tribos e o Reino do Sul (Reino de Judá) ficou com as tribos de Judá e Benjamim sob o domínio de Roboão, filho de Salomão. Roboão j

O Conflito Entre Samaritanos e Judeus

Imagem
O Conflito Entre Samaritanos e Judeus  Samaritanos e judeus, adoradores em conflitos. Há na Bíblia, muitas referencias sobre Samaria e os seus habitantes tanto no A.T. como no N.T. É importante ressaltar que a Bíblia é, sobretudo, um conjunto de livros de cunho espiritual. Além disso, é histórico e considerado também um manual repleto de instruções para quem deseja ter uma vida cheia da graça e do conhecimento de Deus. Portanto conhecer um pouco da história bíblica vai nos levar a um melhor entendimento da Palavra. Em uma das passagens do N.T. certo doutor da lei, ou seja, um religioso e interprete da lei, questiona Jesus que por sua vez o responde com uma pergunta: “Que está escrito na lei? Como lês?” Após ele ter respondido a pergunta de Jesus com êxito, justifica-se na tentativa de provocar a Jesus com outra questão: “Quem é o meu próximo?” Jesus responde contando a parábola do bom samaritano. O samaritano não era apenas um estrangeiro, porque os judeus consideravam os samarit