Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Potifar

A Trapaça de Jacó e Suas Consequências

Imagem
Atribuição: a Providence Litography Company, Domínio, via Wikimedia Commons A Trapaça de Jacó e Suas Consequências Jacó fugiu após trapacear o irmão, enganou o pai para receber a bênção da primogenitura no lugar de Esaú e sofreu as consequências.  Os pais, Isaque e Rebeca, mandaram o filho fugir da fúria de Esaú e disseram a Jacó para ir até à casa do irmão de Rebeca, Labão em Padã-Arã, e casar-se com uma das filhas do tio. Ele seguiu as orientações dos pais, ao chegar na casa do tio, gostou de Raquel, enganado pelo tio ao trabalhar por sete anos sem receber salário, em troca, casaria com a sua amada Raquel.  Bem, esse era o trato. Contudo, a esperteza do tio passou do limite, ele enganou Jacó, fez Lia, a filha mais velha, se passar por Raquel no dia do casamento. Neste blog há um artigo que conta a história de Jacó, todavia o que procurei enfatizar neste artigo é o fato de ele ter enganado o pai para receber uma benção que Deus já havia prometido, quando ele estava no ventre da mãe. E

Uma Descendência Ameaçada

Imagem
Uma Descendência Ameaçada Uma descendência ameaçada, devido a decisões fora da vontade divina. Judá seguiu o seu próprio caminho pensando ser suficiente os seus planos, os seus ideais e a sua vontade. Precisou Deus interferir nessa trama para que os planos dEle se cumprissem. “Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança.” (Jeremias 29.11). Há relatos na Bíblia de várias histórias surpreendentes, como a história de José que odiado por seus irmãos, foi ameaçado de morte, jogado no poço e vendido como escravo. Levado para o Egito pelos mercadores e vendido ao capitão da guarda de Faraó, Potifar gostou de José e o deixou responsável pela casa. Quando tudo parecia que estava tranquilo, foi acusado de violentar a mulher do seu senhor e o prenderam injustamente. Bem! Essa história está relatada com detalhes neste artigo: José, de Escravo a Governador do Egito . Também encontra-se no livro de Gênes

José, de Escravo a Governador do Egito

Imagem
José Foi um Jovem Inteligente e Temente a Deus José de Escravo a Governador do Egito José , de escravo a Governador do Egito. Um jovem que teve uma juventude sofrida; vítima do ódio e da inveja dos seus irmãos por ser o filho querido do pai e trazer notícias más dos irmãos a seu pai. O significado do seu nome em hebraico é " Yahweh acrescenta ", foi o décimo primeiro filho de Jacó, sendo o primeiro filho da sua esposa amada, Raquel. Para entendermos melhor essa historia, precisamos conhecer o histórico de Jacó. Um homem cheio de fé que lutou com um homem que, segundo a Bíblia, é o próprio Deus, para ser abençoado:     “Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste. E Jacó lhe perguntou, e disse: Dá-me, peço-te, a saber o teu nome. E disse: Por que perguntas pelo meu nome? E abençoou-o ali.”  Gn 32.28,29. Jacó , ¹  “aquele que vem do calcanhar”, por que nasceu agarrado ao ca

Seus Sonhos São de Deus

Imagem
Seus Sonhos São de Deus Não desista dos seus sonhos . As adversidades que encontramos no caminho da nossa jornada não podem nos impedir de seguirmos em frente, ainda que pareça impossível aos olhos humanos, devemos crer que Deus não se esqueceu dos nossos sonhos. Não abandone os seus projetos, lute, tenha fé e saiba que vão surgir muitas pedras no caminho para fazer você parar, mas essas pedras não podem te impedir de lutar. Entenda que não há vitória sem luta. A Bíblia é repleta de exemplos de personagens que venceram porque tiveram muita fé. Calebe , um homem de garra, já com  85 anos, não desistiu de lutar com os gigantes para conquistar as terras de Hebrom, que Deus o havia prometido através de Moisés.  Veja o exemplo de José , um jovem que sonhou e foi questionado pela sua família. Quando contou o sonho a seu pai foi repreendido por ele, “…repreendeu-o seu pai, e disse-lhe: Que sonho é este que tiveste? Porventura viremos, eu e tua mãe, e teus irmãos, a inclinar-nos perante