Terá, Pai de Abraão

Imagem
  Foto modificada. Fonte da foto original: imb Terá, Pai de Abraão Terá, pai de Abraão. A Bíblia nos dá poucas informações sobre Terá. Ele chegou em Ur atraído pela prosperidade do lugar, mas além da riqueza, Terá adquiriu os costumes pagãos da região. Era descendente da linhagem de Sem, um dos filhos de Noé. Seus filhos Abraão, Naor e Harã nasceram em Ur.  "E viveu Terá setenta anos, e gerou a Abrão, a Naor, e a Harã.” (Gn 11.26). O filho, Abraão, se casou com a sua meia irmã Sara, o que significa que Terá teve uma filha com outra mulher, essa informação pode ser conferida em Gênesis 20.12. Naor se casou com a sobrinha Milca, filha de Harã, este morreu em Ur. Terá e seus parentes saíram de Ur para ir a Canaã e ao chegarem em Harã habitaram ali. "E tomou Terá a Abrão seu filho, e a Ló, filho de Harã, filho de seu filho, e a Sarai sua nora, mulher de seu filho Abrão, e saiu com eles de Ur dos caldeus, para ir à terra de Canaã; e vieram até Harã, e habitaram ali."  (Gêne

Uma Descendência Ameaçada

Paisagem-cabritos

Uma Descendência Ameaçada


Uma descendência ameaçada, devido a decisões fora da vontade divina. Judá seguiu o seu próprio caminho pensando ser suficiente os seus planos, os seus ideais e a sua vontade. Precisou Deus interferir nessa trama para que os planos dEle se cumprissem.


“Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança.” (Jeremias 29.11).




Há relatos na Bíblia de várias histórias surpreendentes, como a história de José que odiado por seus irmãos, foi ameaçado de morte, jogado no poço e vendido como escravo. Levado para o Egito pelos mercadores e vendido ao capitão da guarda de Faraó, Potifar gostou de José e o deixou responsável pela casa.



Quando tudo parecia que estava tranquilo, foi acusado de violentar a mulher do seu senhor e o prenderam injustamente. Bem! Essa história está relatada com detalhes neste artigo: José, de Escravo a Governador do Egito. Também encontra-se no livro de Gênesis do capítulo 37 a 50. No capítulo 38, há uma breve história sobre Judá, o quarto filho de Lia com Jacó.






A História de Judá


Judá significa “louvado” com origem no hebraico Yehudah. Após os filhos de Jacó terem vendido José para os midianitas e terem mentido para o pai dizendo que José fora devorado por um animal, Judá ficou confuso, acredito que estava se sentindo culpado.

Curso-ensino-religioso

A ideia de vendê-lo partiu dele para evitar que os irmãos matassem José, creio que Judá, por ser o responsável, enquanto Rúben, o primogênito, não se encontrava no momento da venda, ficou com a consciência pesada de ter consentido que seus irmãos vendessem o filho preferido de Jacó.



Ele decidiu viver em outro lugar e foi para Adulão, morou na casa de Hira, um homem que se tornou seu amigo. Judá conheceu a filha de Sua, um homem cananeu, e casaram-se. Ela teve três filhos dele: Er, Onã e Selá. Judá escolheu uma mulher chamada Ta­mar para casar com Er, o primogênito, todavia o Senhor reprovou a conduta perversa de Er e o matou.


Curso-Teologia

Judá ordenou a Onã para se casar com a mulher de seu irmão. Era obrigação do irmão casar-se com a cunhada para dar uma descendência a seu irmão. Mas Onã não quis dar descendência a seu irmão, toda vez que tinha relação com Tamar, derramava o sêmen no chão para evitar que seu irmão tivesse descen­dência. Deus reprovou a atitude dele e o matou. Então Judá disse a nora para manter a viuvez e morar com o pai até que o filho Selá cresça.





A Lei de Moisés


A lei que vigorava nessa época era a lei de Moisés, que se encontra em Deuteronômio 25:5-10, conhecida como a lei do levirato. O irmão do morto era obrigado a esposar a cunhada que ficou viúva e sem filhos. Os filhos do irmão com a cunhada eram considerados filhos e herdeiros do morto. O cunhado não tinha participação nenhuma na herança. Ficou claro o motivo pelo qual o filho de Judá não quis dar descendentes ao irmão morto?





Tamar, Uma Mulher Ousada


O tempo passou e a mulher de Judá morreu. Após o luto, Judá foi verificar os tosquiadores do seu rebanho em Timna com o seu amigo Hira. Tamar soube que seu sogro estava a caminho de Timna para tosquiar suas ovelhas. Ela cobriu o seu rosto com um véu para disfarçar-se, e tirou a sua veste de viúva, em seguida, sentou-se à entrada de Enaim, caminho de Tim­na. O filho de Judá já era homem, embora Selá tivesse crescido, Judá não o deu para se casar com ela. Esse foi o motivo de ela ter feito isso.



Judá ao vê-la, pensou que era uma pros­tituta, sem saber que era a sua nora, foi em sua direção e pediu para deitar-se com ela. Tamar, disfarçada de prostituta, perguntou o que receberia em troca, ele disse que lhe enviaria um cabritinho do seu rebanho, todavia ela pediu o seu selo com o cordão, e o cajado que ele tinha na mão como garantia. Ele os entre­gou e a possuiu, e Tamar ficou grávida do sogro.


COMPRE AQUI 👇
Livro

Judá mandou o cabrito por intermédio de seu amigo Hira para recuperar os seus pertences, que estava com a mulher como garantia, mas ele não a encontrou. Assim ele retornou a Judá e comunicou-lhe que os homens do lugar informaram não haver nenhuma prostituta ali, então Judá disse que ficasse com ela os objetos temendo serem ridicularizados.



Aproximadamente três meses depois, Judá soube que sua nora estava grávida e mandou que a trouxessem para fora e a queimassem, ela, porém mostrou os pertences do sogro e disse que o dono dos pertences foi quem a engravidou, logo Judá reconheceu que ela era mais justa do que ele, pois deveria tê-la entregado o filho Selá. Judá não coabitou mais com Tamar.



Na época de dar à luz, havia gêmeos em seu ventre. Quando ela deu à luz, um deles estendeu a mão, a parteira pegou um fio vermelho e colocou no pulso do menino dizendo que ele saiu primeiro, mas ele recolheu a sua mão e o seu irmão saiu primeiro.



A parteira brincando com a criança disse que ele conseguiu uma brecha para sair, e o chamou de Perez. Depois saiu o menino que estava com o fio vermelho no pulso e foi dado o nome de Zera.





Conclusão


Os conflitos de Judá por não ter protegido José dos irmãos invejosos o levaram a tomar decisões precipitadas. Ter se casado com uma mulher pagã resultou em filhos maus aos olhos de Deus. A sua descendência estava ameaçada, mas Deus usou uma mulher que se passou por uma prostituta para que cumprisse a profecia dada pelo pai, Jacó, quando estava nos últimos dias de vida. Tamar foi ousada em dar continuidade à descendência de Judá.


“O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos.” (Gn 49.10).




Deus usa quem Ele quer, não importa quem seja, assim como Tamar, sendo uma cananeia, foi usada por Deus para dar continuidade ao seu plano salvífico, outras mulheres estrangeiras também foram usadas por Deus. A questão não é a nacionalidade, mas crer e confiar em um único Deus.



Leia também Jacó Foi Trapaceiro? e Rute, Amiga Inseparável



Baseado na Bíblia Sagrada




Por Julio Ferreira Lima






Informações


👉 Segundo Joseph Smith “Siló” está associado à raiz de Jessé.


– Interessante que Tamar e os dois filhos dela com Judá: Perez e Zera estão na genealogia de Cristo (cf. Mt 1.3). Já os filhos da filha de Sua não aparecem na genealogia.





ABREVIATURAS


cf. Conferir

Mt Mateus

Gn Gênesis

Dt Deuteronômios

Rs Reis



Referências dos textos Bíblicos:


João Ferreira de Almeida Corrigida e Fiel - ACF (Bíblia Online)




Referência Bibliográfica


BÍBLIA, Português. Bíblia de Estudo de Genebra. 2ª edição. Tradução de J. F. de Almeida. Edição revista e atualizada. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã, 1999. 1728 p

Comentários

  1. As escrituras tem muito a nos ensinar, nós é que, descuidamos da leitura!
    Desejando uma boa noite e um abençoado final de semana.
    Um abraço amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, precisamos nos dedicar mais. A partir do momento que começamos a criar o habito de entrar nas escrituras, sentimos cada vez mais vontade de conhecer os mistérios de Deus. Obrigado pela sua participação, Deus abençoe sempre.

      Excluir

Postar um comentário

Deixe o seu comentário para incentivar o nosso trabalho, será de grande valia para o crescimento do blog. Obrigado. Volte sempre.


Postagens mais visitadas deste blog

Samaritanos e Judeus Adoradores em Conflitos

José, de Escravo a Governador do Egito

Liberdade com Deus

O Fim do Reino de Judá