Terá, Pai de Abraão

Imagem
  Foto modificada. Fonte da foto original: imb Terá, Pai de Abraão Terá, pai de Abraão. A Bíblia nos dá poucas informações sobre Terá. Ele chegou em Ur atraído pela prosperidade do lugar, mas além da riqueza, Terá adquiriu os costumes pagãos da região. Era descendente da linhagem de Sem, um dos filhos de Noé. Seus filhos Abraão, Naor e Harã nasceram em Ur.  "E viveu Terá setenta anos, e gerou a Abrão, a Naor, e a Harã.” (Gn 11.26). O filho, Abraão, se casou com a sua meia irmã Sara, o que significa que Terá teve uma filha com outra mulher, essa informação pode ser conferida em Gênesis 20.12. Naor se casou com a sobrinha Milca, filha de Harã, este morreu em Ur. Terá e seus parentes saíram de Ur para ir a Canaã e ao chegarem em Harã habitaram ali. "E tomou Terá a Abrão seu filho, e a Ló, filho de Harã, filho de seu filho, e a Sarai sua nora, mulher de seu filho Abrão, e saiu com eles de Ur dos caldeus, para ir à terra de Canaã; e vieram até Harã, e habitaram ali."  (Gêne

Um Jovem Inseguro

Reni-Saint-Mark
Reni - Saint Mark, 1621 - Fonte: WikiArt

Um Jovem Inseguro


Apesar de ser um jovem inseguro, ter medo nas horas de perigo, e abandonar o trabalho missionário, e correr nu para não ser preso, Marcos, o Evangelista, se fortaleceu na fé e caminhou na direção certa seguindo as orientações do apóstolo Pedro e sendo encorajado por seu primo Barnabé. Vale a pena conhecer um pouco deste grande homem.




João Marcos, o seu nome indica que os pais eram de nacionalidades diferentes, provavelmente o pai era pagão e a mãe era judia. João é um nome Hebraico e significa Graça Divina, o sobrenome Marcos é um nome Latim, o seu significado é o Deus da guerra. Ele é conhecido como Marcos, o Evangelista. Era primo de Barnabé. Seu Evangelho é o segundo do N.T., de acordo com a ordem da Bíblia, contudo pode ter sido o primeiro Evangelho a ser escrito. 


Ensino-religioso


Marcos era um jovem inseguro, conforme os escritos de Pápias¹ ele era um dos 70 discípulos que abandonaram Jesus ao ouvirem uma pregação dura de Cristo. (cf. João 6.60-67). O medo o afugenta nas horas difíceis, o que pode ser observado em algumas passagens do N.T.




Medo e Insegurança


Em Mc.14.51, o termo grego traduzido por lençol pode significar pano de linho, isso deu base para alguns intérpretes, por entenderem que se tratava de um jovem rico, concluírem que se tratava do próprio Marcos, pois ele era de uma família próspera. Visto que esse pano de linho era muito caro e também era um sinal de riqueza.


“Um jovem, enrolado num lençol, seguia Jesus. Alguns tentaram prendê-lo, mas ele largou o lençol e fugiu nu.” (Mc. 14.51-52).


Curso-teologia



Outra passagem que mostra a sua insegurança está em Atos 13.13 quando Paulo e seus companheiros dirigiram-se a Perge da Panfília João Marcos deixou Paulo e Barnabé e retornou para Jerusalém.


“Paulo e os seus companheiros navegaram da cidade de Pafos até Perge, uma cidade da província da Panfília. Porém João Marcos os deixou e voltou para Jerusalém.” (Atos 13.13).




Na segunda viagem missionária Barnabé queria levar seu primo João Marcos, Paulo foi contra, porque Marcos havia se afastado desde a Panfília, abandonando o trabalho de evangelização. Então houve contenda entre eles e se apartaram, Barnabé e Marcos foram para Chipre. A intenção de Barnabé era encorajar o jovem.


“Barnabé queria levar João Marcos. Porém Paulo não queria, pois Marcos não tinha ficado com eles até o fim da primeira viagem missionária, mas os havia deixado na província da Panfília. Por isso eles tiveram uma discussão tão forte, que se separaram. Barnabé levou João Marcos consigo e embarcou para a ilha de Chipre,” (Atos 15.37-39).

 




A Reconciliação

Após algum tempo, houve reconciliação do desentendimento que ocorreu entre Paulo, Barnabé e João Marcos no episódio da segunda viagem missionária. A menção que Paulo faz a Marcos no texto da carta aos Colossenses confirma essa reconciliação. Houve harmonia entre eles.


“Aristarco, que está na cadeia comigo, lhes manda saudações; e também Marcos, o primo de Barnabé. Vocês já têm orientação a respeito de Marcos, para recebê-lo bem, se ele passar por aí.” (Col. 4.10).




O apóstolo Paulo já próximo da sua morte escreveu a Timóteo pedindo a presença de Marcos, pois era útil a Paulo. Aquele jovem inseguro e cheio de medo, agora mais amadurecido, se tornou um grande cooperador de Paulo, inclusive auxiliando o apóstolo.


“Somente Lucas está aqui comigo. Procure Marcos e traga-o com você porque ele pode me ajudar no trabalho.” (2 Timóteo 4.11).


COMPRE AQUI 👇

Ele foi evangelizado por Pedro e trabalhou com ele obtendo informações que o ajudaram a escrever o Evangelho de Marcos. O apóstolo Pedro o chama de "meu filho Marcos" (cf. 1 Pedro 5.13). A mãe, Maria, residia em Jerusalém, a Bíblia não traz informações do pai de Marcos.



Pelas pistas encontradas na Bíblia, pode-se deduzir que Maria tinha uma casa grande com pátio onde muitos irmãos da igreja em Jerusalém reuniam-se para orar. O fato de ela ter uma criada e uma propriedade ampla sugere ser uma mulher bem sucedida financeiramente.



Leia também: Quem Foi Esse Homem Ousado?, O Discípulo Amado e Uma Luz Transformadora



Conclusão


João Marcos era muito inseguro, mas tinha o desejo de ajudar nos trabalhos missionários, creio que impulsionado pela mãe que era uma cooperadora de Jesus e cedia sua casa para as reuniões. É bem provável que Jesus tenha realizado a Santa Ceia ali, pois a casa de Maria tinha um espaçoso cenáculo² (cf. Mc 14.15).




Marcos nos ensina que, embora a nossa jornada com Cristo comece com grandes desafios, e ainda que não estejamos preparados para enfrentá-los, não devemos desistir, porque vai chegar o tempo certo que nós vamos enfrentar esses desafios mais preparados e mais fortes em Cristo.




Baseado na Bíblia Sagrada




Por Julio Ferreira Lima




INFORMAÇÕES


1 - Pápias foi um escritor do primeiro terço do século II e um dos primeiros líderes da igreja cristã

2 - cenáculo s.m. Sala onde Jesus Cristo reuniu os discípulos para a última Ceia. 



ABREVIATURAS


cf. Conferir

Col. Colossenses

Mc. Marcos

N.T. Novo Testamento



Referências dos textos Bíblicos:


Nova Tradução na Linguagem de Hoje - NTLH (Bíblia Online)




Referência Bibliográfica


BÍBLIA, Português. Bíblia de Estudo de Genebra. 2ª edição. Tradução de J. F. de Almeida. Edição revista e atualizada. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã, 1999. 1728 p


Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Samaritanos e Judeus Adoradores em Conflitos

José, de Escravo a Governador do Egito

Liberdade com Deus

O Fim do Reino de Judá