Isaías, Um Mensageiro da Corte Celestial

Isaías, um mensageiro celestial
Photo by falco on Pixabay

Isaías, Um Mensageiro da Corte Celestial

O Profeta Isaías é uma das figuras mais importantes do Antigo Testamento, ele é conhecido como um mensageiro da Corte Celestial e suas palavras de repreensões, condenações e julgamentos servem para os nossos dias. Neste artigo, vamos explorar a vida e os ensinamentos de Isaías.

Introdução

O profeta Isaías é um dos quatro maiores profetas do Antigo Testamento, com Jeremias, Ezequiel e Daniel. Ele é frequentemente referido como o "Príncipe dos Profetas" devido a seus escritos e profecias impressionantes. Isaías nasceu por volta de 765 a.C. Provavelmente, era de ascendência real, e teve um relacionamento próximo com o rei Ezequias.

Isaías participava ativamente na vida política e espiritual de seu tempo. A sua voz tinha um teor de juízo e uma mensagem de esperança. 

Os seus escritos alertavam sobre as consequências do pecado, contudo continham mensagens de esperança e de conforto. 

O livro do profeta Isaías é um dos mais longos da Bíblia. Neste livro, Isaías entregou profecias poderosas, sendo conhecido como um mensageiro da Corte Celestial.

Ele é mencionado na Bíblia, desde o seu chamado ao ministério profético (cf Isaías 6:1-13) até sua condenação dos falsos profetas (cf Isaías 28:7-13). Ele também é mencionado em livros de 2 Reis, 2 Crônicas, e Jeremias. Isaías é visto como o derradeiro mensageiro de Deus:
“Voz do que clama no deserto: preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.” (Isaías 40.3).

O Papel de Isaías Como Mensageiro

O principal papel de Isaías como mensageiro era de levar uma mensagem de arrependimento ao povo de Israel. Deus o enviou para adverti-los das consequências de suas ações e para encorajá-los a se afastarem de seus caminhos perversos. 

A mensagem dele era uma mensagem dura de castigo e repreensão, em suas mensagens, ele proferia sobre julgamento e esperança.

Isaías era um mensageiro apaixonado e destemido, não tinha medo de falar contra as injustiças e práticas malignas de seu tempo. Era um defensor ousado da justiça e enfrentava os líderes que estavam no poder. 

Sua voz era de esperança e conforto em meio ao caos e ao desespero, as mensagens eram de amor e misericórdia.

O profeta foi uma fonte de esperança e conforto para o povo de Israel. Ele lembrava-lhes que Deus ainda estava com eles e que não os havia abandonado. 

Isaías prometeu-lhes que se eles se arrependerem e se afastarem de suas maldades, receberão o perdão de Deus e serão restituídos.

O profeta Isaías foi enviado pelo Senhor para adverti-los das consequências de suas ações e para encorajá-los a se afastarem de seus caminhos perversos. 

A mensagem de Isaías era uma mensagem de castigo e repreensão, mas era também uma mensagem de esperança e julgamento.

Em suas mensagens usava imagens rigorosas e metáforas poderosas para transmitir a vontade de Deus ao povo. Ele falou contra a maldade e a injustiça do povo de Israel. Também profetizou sobre a vinda do Messias e os advertiu sobre as consequências de suas ações. 

A idolatria, a injustiça e a imoralidade eram relatadas com uma linguagem dura. Suas palavras foram cheias de convicção e poder, e ele não se intimidou de falar a verdade.

Os Julgamentos de Isaías

Isaías também era conhecido por seus julgamentos, pois julgava aqueles que eram maus e aqueles que se recusaram a se arrependerem de seus pecados. 

Todos que praticavam a idolatria, e os que oprimiam os pobres e os necessitados. Os julgamentos de Isaías eram, muitas vezes, duros para os que se recusavam a se arrepender, mas também eram justos.

Os Animais Irracionais Que Reconhecem Seus Donos

O profeta se pronunciou contra aqueles que se recusaram a reconhecer Deus. Ele observou que mesmo os animais mais irracionais, como o burro e o boi, reconhecem seus senhores e os obedecem. Entretanto, os seres humanos não reconhecem a Deus e ignoram suas ordens.

“O boi conhece o seu possuidor, e o jumento, o dono da sua manjedoura; mas Israel não tem conhecimento, o meu povo não entende.” (Isaías 1.3).

Os Seres Humanos não Reconhecem a Deus

Suas advertências eram para o povo que não estava reconhecendo Deus e que não eram fiéis a Ele. Isaías alertou Israel de que o não reconhecimento de Deus, e a sua desobediência, levaria o povo a ser confrontado com o julgamento do Senhor e a sua ira. 

Disse ainda que, se eles não se afastarem de suas maldades e se arrependerem de seus pecados, terão que enfrentar o julgamento de Deus e ficarão isolados de sua presença, além de sofrerem consequências graves.

O Significado de Isaías para Hoje

Os ensinamentos do profeta Isaías ainda são relevantes para os nossos dias. Ele falou contra a injustiça e a maldade, e advertiu sobre as consequências de ignorar as ordens de Deus. Aos que não conhecem Deus e não obedecerem às suas ordens, serão julgados por Ele.

A mensagem de Isaías é uma mensagem de esperança e julgamento. E, nos lembra que Deus ainda está conosco e não nos abandonou; se nos afastarmos de nossa maldade e nos arrependermos, seremos abençoados. Assim como, se obedecermos às ordens de Deus e O reconhecermos, seremos recompensados.

A mensagem de Isaías ainda vale hoje. Podemos aprender com sua sabedoria e aplicá-la em nossas próprias vidas. Podemos usar seus ensinamentos para nos guiar e para nos lembrar da importância de reconhecer a Deus e obedecer aos seus mandamentos.

Conclusão

O Profeta Isaías tem sido uma fonte de inspiração e orientação para muitos pastores e pregadores da Palavra de Deus. Seus ensinamentos nos lembram de como devemos agir para receber as bênçãos de Deus e o seu perdão. 

O reconhecimento de quem Ele é vai nos beneficiar com a salvação eterna e seremos recompensados eternamente. Isaías foi um profeta destemido; há um relato na tradição oral judaico que o rei Manassés o perseguiu. Confira:
Manassés não ouvia os profetas e segundo a tradição oral judaica, ‘Talmude de Jerusalém’, diz que o rei Manassés perseguia Isaías para matá-lo, quando Isaías se escondeu em um cedro, as franjas de sua roupa deflagraram sua presença, então o rei mandou serrar o cedro ao meio causando assim a morte de Isaías.


Leia este artigo que fala sobre Manassés 👉 O Fim do Reino de Judá


Baseado na Bíblia Sagrada


Por Julio Ferreira Lima


CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA BÍBLICA

NA UDEMY CLIQUE AQUI 👉 https://abre.ai/basicoteo




ABREVIATURAS


cf Conferir

COMPRE CLICANDO
 AQUI 👇
Curso de Oratória Completo


Referência Bibliográfica

BÍBLIA, Português. Bíblia de Estudo de Genebra. 2ª edição. Tradução de J. F. de Almeida. Edição revista e atualizada. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã, 1999. 1728 p


Curta a minha Página, visite o meu Canal no You Tube e me segue nas Redes Sociais: Twitter - Instagram - Facebook - Linkedin - Pinterest

Postar um comentário

Deixe o seu comentário para incentivar o nosso trabalho, será de grande valia para o crescimento do blog. Obrigado. Volte sempre.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato