Samá, Um Valente de Davi e A Sua Coragem

Imagem
Foto isenta de royalties Samá, Um Valente de Davi e A Sua Coragem Quem foi Samá na Bíblia? Samá em hebraico significa: fama, renome. Ele foi o filho de Agé, o hararita, e um dos três "valentes" do rei Davi, era um dos oficiais de Davi.  Há outros personagens bíblicos com esse mesmo nome, como Samá, um dos filhos de Reuel, filho de Basemate, mulher de Esaú ( cf Gênesis 36:13). Os Valentes de Davi Na Palavra de Deus há um relato que fala sobre três homens valentes que eram fiéis a Davi. Josebe-Bassebete, no livro de 1 Crônicas 11.11 ele é chamado de Jasobeão, era o principal entre os três poderosos de Davi.  Ele feriu oitocentos filisteus de uma vez. Segundo o comentarista da Bíblia de Estudo de Genebra, em 1 Crônicas 11.11 diz serem trezentos filisteus, isso provavelmente pode ser um erro do copista. O outro valente de Davi é Eleazar que feriu os filisteus lutando até cansar, e a espada ficou grudada na sua mão. Pode ter sido câimbra, devido ao esforço violento e prolongado q

Rebeca Gera Duas Nações, Jacó e Esaú

Pastor-ovelhas
Imagem Pixabay

Rebeca Gera Duas Nações, Jacó e Esaú

Os filhos de Rebeca lutavam em seu ventre, então ela perguntou ao Senhor: “Por que sou assim?” O Senhor respondeu que duas nações há em seu ventre e dois povos se dividirão e que o maior servirá o menor.


Quais são essas duas nações? Para sabermos quais são essas nações, precisamos conhecer um pouco sobre dois personagens bíblicos:

Jacó e Esaú

Eles são gêmeos, mas não são idênticos. Jacó nasceu agarrado ao calcanhar de Esaú, pois queria nascer primeiro, Esaú foi o primogênito e pela tradição o primogênito recebia do pai a benção da primogenitura. Qual o significado dessa benção?



A benção da primogenitura era uma tradição dos patriarcas. O pai outorgava direitos ao primeiro filho. O primogênito herdava todos os bens do pai, além de exercer autoridade na família, todavia essa bênção era de cunho espiritual e era a vontade de Deus que deveria prevalecer.


Justamente para Ele cumprir com o seu plano salvífico, mas com a promulgação da Lei mosaica, as   bênçãos foram entregues a todo o seu povo através dos sacerdotes. (cf Números 6.22-27).



Os edomitas e os israelitas foram as duas nações que brigaram no ventre de Rebeca, mas como surgiram essas nações? Esaú deu origem aos edomitas.

Jacó, teve seu nome mudado pelo Senhor para Israel e deu origem aos israelitas.



Quem era Esaú?

Ele era irmão gêmeo de Jacó, Esaú era o primeiro filho de Isaque e Rebeca, recebeu esse nome ao nascer por ser peludo. O irmão, por segurar o calcanhar de Esaú quando nasceu, recebeu o nome de Jacó.



Isaque era da idade de sessenta anos quando os filhos nasceram. Os meninos cresceram e Esaú se tornou um exímio caçador, homem do campo, enquanto Jacó habitava em tenda e era o preferido da mãe. Isaque amava Esaú e gostava de comer a caça do filho.



Jacó almejava a primogenitura do irmão, assim que Esaú chegou da caça cansado e faminto, viu o irmão fazendo um guisado vermelho e pediu-lhe o guisado, Jacó, por sua vez, aproveitou a oportunidade para oferecer a Esaú um prato de lentilha pela primogenitura.



Esaú estava faminto, logo disse a Jacó que estava a ponto de morrer, de que servirá a primogenitura! Ele desprezou o seu direito, tendo jurado que vendeu a sua primogenitura por um prato de lentilha a Jacó. Esaú também foi chamado Edom, que significa vermelho, devido à lentilha vermelha.



Esaú era da idade de quarenta anos e se casou com duas mulheres hititas. Elas eram pagãs e amarguraram a vida de Isaque e de Rebeca. (cf Gênesis 26:34-35). Jacó almejava a bênção da primogenitura, não pela herança material, mas pela importância espiritual, diferente de Esaú. Deus na sua onisciência sabia do desprezo de Esaú.



Isaque envelheceu e não enxergava mais, ele chamou Esaú para caçar algo e fazer uma comida saborosa para ele comer, Isaque disse que o abençoaria, pois, já estava velho e não sabia o dia que ia partir.



Rebeca ouviu Isaque falando com Esaú, logo chamou Jacó e o persuadiu a passar-se por Esaú levando uma comida saborosa para o pai, e receber a bênção no lugar do irmão, enquanto o mesmo estava caçando.


Jacó queria muito essa bênção, apesar de ficar receoso, fez o que a mãe pediu e enganou o pai recebendo a bênção que ele tanto desejava. Quando Esaú chegou com a comida para receber a bênção, o pai já havia dado a Jacó e não podia voltar atrás. Esaú ficou tão furioso que Isaque mandou Jacó a Padã-Arã e o ordenou não se casar com mulher cananeia.


Jacó obedeceu ao pai e fugiu da ira do irmão. Esaú ouviu quando o pai ordenou a Jacó casar-se com uma moça da casa dos pais de Rebeca, então Esaú casou-se com a filha de Ismael
², para provocar os pais, pois Ismael, apesar de ser meio-irmão do pai, era inimigo.


Jacó foi a Padã-Arã e encontrou com Raquel, logo se encantou com a moça. Ela era filha de Labão, seu tio, irmão de Rebeca. Jacó não tinha dote, então se dispôs a trabalhar sete anos para o tio, por Raquel.


Ele cumpriu os sete anos, todavia Labão o enganou e fez a filha mais velha se passar por Raquel, no dia do casamento. Como ele se casou com Lia pensando ser a sua amada, teve que trabalhar mais sete anos por Raquel.


Jacó teve duas esposas e duas concubinas, doze filhos e uma filha. Ao voltar para a terra de seus pais, ele lutou com Deus e o Senhor mudou o seu nome para Israel. Os doze filhos formaram as doze tribos de Israel.


Jacó tinha quarenta anos quando fugiu do irmão, ficou vinte anos em Padã-Arã e retornou com sessenta anos. Ele ainda encontra seu pai, porém a mãe já havia partido para o Senhor.



Esaú e Jacó se Separam

Esaú perdoou a traição de Jacó, contudo tiveram que se separar por conta dos bens que Esaú havia adquirido em Canaã. Os dois irmãos adquiriram tantos bens que a terra onde estavam vi­vendo não podia sustentá-los, por causa dos seus rebanhos. 


Os seus bens eram tantos que eles já não podiam morar juntos; por isso, Esaú e seus descendentes foram para as terras montanhosas de Seir. (cf Gênesis 36.6-8).



Ele teve três esposas e cinco filhos, todos os seus descendentes deram origem aos edomitas. Aqui vemos que a promessa feita a Abraão por Deus que ele seria pai de muitas nações, e a Palavra dada a Rebeca que havia duas nações em seu ventre começou a se cumprir.


Jacó foi para Sucote, lá construiu uma casa para si e abrigos para o seu gado.


👉Veja a história de Jacó e a sua trajetória com mais detalhes neste artigo: "Jacó Foi Trapaceiro?"; "A Trapaça de Jacó e Suas Consequências"



Conclusão


Apesar de Jacó ter se precipitado enganando o pai para receber a bênção, Deus o honrou, porque Jacó era persistente e tinha muita fé no Senhor. O que não aconteceu com Esaú, que amargurou a vida dos pais se casando com mulheres pagãs, contudo Deus cumpriu com a sua promessa fazendo Esaú crescer na terra de Canaã se tornando uma nação.


Todos nós erramos, porém, quando procuramos acertar crendo no poder do Senhor, Ele honra a nossa fé e nos conduz por caminhos de vitória. Jacó foi um vitorioso e a nação de Israel foi eleita pelo Senhor como povo de Deus.

“Palavra alguma falhou de todas as boas coisas que o Senhor falou à casa de Israel; tudo se cumpriu.” (Josué 21.45).




Baseado na Bíblia Sagrada



Por Julio Ferreira Lima





Informações

1 - Ismael, era filho de Abraão com a serva Agar, ele foi rejeitado por Abraão segundo a ordem de Deus. (cf Gênesis 21.8-13).



Referências dos textos Bíblicos:

Almeida Corrigida Fiel - ACF (Bíblia Online)


Referência Bibliográfica

BÍBLIA, Português. Bíblia de Estudo de Genebra. 2ª edição. Tradução de J. F. de Almeida. Edição revista e atualizada. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil (SBB); São Paulo, SP: Editora Cultura Cristã, 1999. 1728 p

Comentários


Postagens mais visitadas deste blog

Jesus Dava Exemplos de Gratidão?

Terá, Pai de Abraão

Jacó Foi Trapaceiro?

Revelando os Mistérios do Cântico de Ana